Maranata!

Giovanni Alecrim
2 min readDec 12, 2022

--

A volta de Jesus com motivador da adoração

Photo by Hannah Busing on Unsplash

Se alguém não ama o Senhor, essa pessoa é maldita. Vem, nosso Senhor! 1Coríntios 16.22

Vem, nosso Senhor! Maranata! O grito de Paulo aqui é um apelo e um confronto. O apóstolo está alertando a igreja de Corinto para não deixar de amar ao Senhor Jesus, compreendendo que aqueles que estão na igreja e não amam a Jesus, esta pessoa é maldita. Paulo quer que essa realidade, de pessoas hipócritas, chegue ao fim, por isso exclama: Maranata!

O desejo da volta de Jesus é que nos motiva a adorar. A adoração a Deus tem, em sua essência, um desejo genuíno de estar face a face com nosso Senhor e Salvador. Este desejo nos leva a servir à Igreja em graça e amor, conduzindo as pessoas a adorar a Deus e transmitindo o desejo genuíno da volta de Jesus. Ao erguer a voz desejando a volta do nosso Senhor, nos juntamos ao coro de mais de 2000 anos de existência que clama, geração após geração, vem, ó Rei Jesus.

Ao desejar que toda hipocrisia e maldade acabasse na igreja de Corinto, Paulo compreendeu que somente a volta de Jesus cessaria de vez este mal. Não apenas este, mas todo o mal. Por isso ele clama, e ouso dizer, de joelhos: volta Jesus! Todo joelho se dobrará, toda língua confessará e todo poder se sujeitará diante do nosso Rei! Erga sua voz e cante: Maranata! Ora vem Senhor Jesus!

Colabore com a produção de conteúdo independente

--

--

Giovanni Alecrim

Um ser deslocado, fazedor de coisas