Em Filipenses 3.5–9, Paulo faz uma lista de coisas que ele descartou por amor ao evangelho: Herança; linhagem pura; formação “acadêmica”; passado zeloso e auto justificação. Ele estava disposto a abrir mão de tudo para ter maior intimidade com Cristo: Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor. Paulo sabia quais eram suas prioridades e manteve o foco e a concentração necessária para cumprir seu ministério.

Para que desenvolvamos a habilidade de nos focarmos no que precisa ser feito, trabalhe nas seguintes áreas da sua vida:

A si mesmo: você é o maior de seus bens e a mais séria das suas responsabilidades. Não permita que nada ocupe o espaço que você deve ter reservado para si. Não se trata de egoísmo, se trata de amar a si mesmo para poder amar o próximo na mesma medida.

Suas prioridades: Lute pelas coisas que realmente são importantes. O quanto de tralha você precisará remover para conseguir seguir adiante?

Seus pontos fortes: no que você é realmente bom? Qual o dom que Deus lhe deu? Desenvolva seus pontos fortes para que o Reino de Deus ganhe em qualidade de serviço e cresça.

Companheiros: ninguém é eficiente sozinho. Todos dependemos uns dos outros. A imagem do corpo, usada por Paulo na carta aos coríntios nos dá essa dimensão da importância do trabalho em equipe. Além do mais, não podemos nos esquecer que Jesus comissionou os discípulos em duplas para ir e pregar o evangelho.

Texto escrito para o Curso Básico de Liderança Cristã (Baixe a apostila completa aqui)

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store